Home Atualidade Câmara Municipal de Baião proporcionou “dia inesquecível” a 1600 seniores do concelho
Câmara Municipal de Baião proporcionou “dia inesquecível” a 1600 seniores do concelho

Câmara Municipal de Baião proporcionou “dia inesquecível” a 1600 seniores do concelho

0
0

A autarquia baionense organizou mais um passeio sénior, desta vez, à Quinta da Malafaia, na terça feira, 10 de setembro. Os participantes, que tinham de residir no Concelho de Baião e ter idade igual ou superior a 60 anos, foram mais de 1660.

A atividade está inserida num programa de apoio social destinado aos mais velhos, promovido pela Câmara Municipal e pelas juntas de freguesia, desde 2005.

Todos os anos é oferecido um passeio aos seniores mas, este ano, a iniciativa teve um “mimo” extra – algo que a autarquia já prometeu fazer, pelo menos, uma vez por mandato -, porque os seniores não precisaram de fazer nem trazer o farnel: o passeio incluiu o almoço e o lanche e, contaram os protagonistas do dia, “o arroz malandrinho de feijão vermelho e o frango assado, muito quentinhos, estavam uma delícia”. Um dia especial que não deixou ninguém indiferente.

A somar, a Quinta da Malafaia proporcionou aos participantes uma tarde de tradições minhotas bem vincadas. A manhã começou com a celebração de uma eucaristia e, após o almoço, a tarde foi marcada por uma panóplia enorme de folclore da região, baile, fado, teatro humorístico, Chuva de Estrelas, Marchas Populares, entre outros.

José Pinho Silva, vice-presidente da Câmara Municipal de Baião que tutela o pelouro dos Assuntos Sociais, acompanhou os participantes e lembrou que “a iniciativa destinada às pessoas mais idosas, tem o obje

 

Paulo Pereira, presidente da Câmara Municipal de Baião, dançou toda a tarde ao lado dos seniores e constatou a forma como “a iniciativa proporciona uma maior longevidade, mais feliz e mais saudável”. O autarca não tem dúvidas de que dias como o que se viveu no dia 10 de setembro “proporcionam conhecimento e convívio com diferentes pessoas, partilha de experiências e vivências comuns e, sobretudo, a experiência de algo novo. Numa idade tão assolada pelo isolamento, participar nestas atividades é a melhor forma de abrir um novo capítulo na página da vida dos idosos. A iniciativa terá, naturalmente, continuidade nos próximos anos”, garantiu.